quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Lacuna.inc

É preciso que saiba que existem coisas que são deletáveis, demandam tempo, fato, mas podem ser apagadas e parecer, eu disse parecer, que nunca aconteceram. Outras, no entanto, são apagáveis apenas aos olhos dos outros, e ainda há aquelas que, por mais que façamos força, já estão arraigadas ao nosso pensamento, já viraram memória concreta, "una vita sola non può bastare per dimenticare una storia che vale". Pode-se tentar apagar tudo, mas alguns rastros sempre existirão, desculpe ser eu a te informar. Dedicatórias de livros não são apagáveis, é possível rasgá-las, e aí reincidimos nas marcas, nos rastros. Rasgar fotos, cartas, coisas mínimas, tudo isso é possível, mas o mais importante não são essas coisas, o mais importante é que não se sai ileso de nada e isso não se pode apagar. A maior lembrança está em você mesmo. Triste essa coisa de "apagar" uma parte da vida por vergonha ou infantilidade. Triste fingir que não tem passado quando tudo o que você é hoje, de alguma maneira, é em decorrência disso.

Um comentário:

  1. me li aqui.

    gostinho bom de superação e nostalgia que me deu.

    =]

    ResponderExcluir